Pular para o conteúdo principal

Postagens

Ela era apenas uma borboleta ansiosa para voar...

Ela era uma menina diferente. Desde o tempo em que nasceu até o seu primeiro dia na escola se sentia diferente dos demais. E não que isso não fosse bom, pelo contrário, a sua diferença a fazia feliz. Para ela não importava não ser como os outros, e muito mais, ela tinha orgulho de sua singularidade. Sua essência era o que brilhava, ser como os outros não exalava o cheiro que ela, em sua única versão de si mesma, exalava. Ela era única. E em sua tamanha singularidade amava o seu jardim. Ela amava ter nascido onde havia nascido e crescido ali, em meio ao amor e as flores.

Mesmo amando o jardim em que nascera e vivera até então, por algum motivo ela sentia uma vontade enorme de voar. Sair pelo mundo. Visitar outros jardins, sentir outros cheiros, conhecer novas cores e sabores. Ela amava o seu jardim, mas mais do que isso, ela estava ansiosa para voar. Por algum motivo, que até hoje não se explica, ela criara em si uma enorme curiosidade pelo que havia fora do jardim em que vivera até en…
Postagens recentes

O único apelo é o de sermos amados

Guerras. Desentendimentos no trabalho. Desentendimentos na família. Desunião entre amigos. Afastamento na família. Brigas. Discussões. Choro. Tristeza. Dor. Indiferença. Angústia. Falta de brilho no olhar. Viver por viver. Existir, não viver. Sorrir menos. Insatisfação no trabalho.  Falta de amor. E por aí vai. Me desculpem tanta negatividade, é apenas um relato de tudo o que existe e vejo pelo mundo a fora. A realidade é essa. Mas sabe de uma coisa que eu percebo? Nada disso existiria se existisse o amor. Se o amor fosse o início e o fim de tudo nada disso existiria. Parece simples, e é, mas costumamos complicar.

Fomos criados para amar e ser amados também. Fomos criados para o amor. E para isso que existimos e é disso que o ser humano mais tem sede. Toda raiva e insatisfação não existiria se existisse o amor. Se deixássemos o coração falar, em vez da razão que quer dominar. Religiões foram criadas. Ideologias? Quanto mais melhor não é mesmo? Afinal, o que é que todos querem? Só quer…

Que o meu coração esteja a frente em tudo o que eu fizer

Nossa, como eu queria falar sobre isso! E mais ainda, como eu queria encontrar alguém que me entendesse, ou em outras palavras, alguém que realmente sentisse o que eu sinto e venho sentindo ultimamente... E como esse mundo é muito lindo eu encontrei! Encontrei a Bru (Bruna Vieira) do Depois dos Quinze falando sobre o que eu sinto e penso, ufa!

Há um tempo atrás eu já escrevi um texto no qual desabafei sobre a saudade que eu sinto do início desse mundo da internet, quando os blogs eram feitos por amor e não por curtidas e seguidores como eu vejo acontecendo e muito hoje em dia. O título desse texto era "Saudades de quando blogs eram feitos por amor e não por parcerias" e eu falei exatamente sobre isso e muito mais, falei sobre a principal motivação e propósito em se ter um blog que é o que está meio perdido ultimamente. E até então eu não tinha encontrado alguém com uma indignação parecida com a minha, até que nos meus mergulhos pela internet encontrei esse vídeo aqui da Brun…

Mulher Maravilha, a heroína do amor

Fonte da Imagem
Que me desculpem os homens, mas hoje eu preciso falar dessa mulher!

Eu nunca fui a louca dos filmes, muito menos a louca dos filmes de super heróis, mas dessa vez eu me apaixonei por esse filme e eu preciso falar o porquê. A verdade é que eu me apaixonei pela mulher maravilha, como pessoa, e consequentemente como heroína. Nela eu encontrei um verdadeiro exemplo de ser humano e ainda mais de mulher. Tem como não se apaixonar?

A mulher maravilha, que tem por nome Diana Prince, nasceu em uma ilha isolada (Themyscira) que era habitada apenas por mulheres. Quando menor ela já sentia vontade de lutar e enquanto crescia foi treinada para isso. Ela era a única mulher que poderia derrotar Ares, o Deus da Guerra, mas pelo desejo de protegê-la, sua mãe nunca havia lhe contado isso. Ela cresceu sem saber do tamanho de seu poder e qual era a sua missão no mundo, mas mostrava seus sinais desde criança.

Diana era uma mulher sensível e forte ao mesmo tempo. Sabia lutar e ao mesmo temp…

Hoje é tempo de regar

Hoje é tempo de regar. Hoje é tempo de cultivar aquilo que quero viver. Hoje é tempo de amar. Hoje é tempo de fazer o que eu ainda não fiz e manter aquilo que de bom já fiz. Hoje é tempo de agradecer mais em vez de reclamar. Hoje é tempo de escolher qual é o tipo de vida que eu quero viver. Hoje é tempo de ser quem eu sempre quis ser. Hoje é tempo de agir. Hoje é tempo de pensar, mas é tempo de respirar também. Hoje é tempo de relaxar, apenas trabalhar também não dá. Porque um dia, ah, um dia, todos iremos colher...

Hoje é tempo de investir. Hoje é tempo de brilhar. Hoje é tempo de reavaliar. Hoje é o tempo perfeito para olhar mais para o meu jardim. Hoje é tempo de escolher as sementes que quero plantar. Hoje é tempo de me conhecer. Hoje é o dia perfeito para regar em vez, novamente, de reclamar. Hoje é tempo de olhar com mais carinho para aqueles que quero por perto. Hoje é tempo de perdoar. Hoje é tempo de pedir perdão. Hoje é tempo de se priorizar. Hoje é tempo de plantar. Hoje é…

Nenhum dom é por acaso

Hey você que... Escreve, faz comida, cuida dos filhos, faz artesanato, digita rapidamente, tira ótimas fotografias, sabe fazer contas enormes de cabeça, aconselha, orienta, atende as pessoas, desenha, pinta, borda, costura, diverte crianças, se comunica bem, corta papéis de forma uniforme, conserta rádios, faz lindas maquiagens, decora festas, faz salgados, serve as pessoas, entretêm pessoas, vende objetos, escreve na lousa, ensina, cuida de animais, é criativo, enxerga soluções e oportunidades onde ninguém vê, acredita no impossível, lava louças, toca violão, canta, dança e compõe lindas canções.

Você não faz isso por acaso.

Você não escreve muito bem por acaso. Você não fala muito bem por acaso. Você não sabe fazer de maneira única as unhas de sua cliente por acaso. Você não se expressa tão bem por meio da música por acaso. Você não faz doces por acaso. Você não limpa bem a sua casa por acaso. Você não sabe cuidar bem de crianças por acaso. Você não sabe consertar máquinas por acaso…

Multipotencialidade, você conhece?

Você já ouviu falar no termo multipotencialidade? Já ouviu alguém dizer ou leu algo por aí? Ainda não? Então vem cá! .
Eu conheci esse termo há pouco tempo e me identifiquei com ele e vocês vão entender o porquê. Multipotencialidade é o termo que define uma característica de uma pessoa. Uma pessoa é multipotencial quando tem mais de um (dois ou mais/multiplos) interesse, mais de uma paixão, mais de uma ou duas coisas das quais ama fazer, se interessa por ler, enfim, multipotencial é toda e qualquer pessoa que tem interesse por inúmeras coisas e assuntos por vezes distintos entre si ou até que podem ser interligados. E por que eu me identifico? Por que sou exatamente assim.

Existem muitas pessoas assim e, antes que eles se entendam e se aceitem como tais, se sentem estranhos e deslocados. Isso acontece porque em determinado momento da vida começa-se a ouvir que é preciso escolher apenas uma coisa para se fazer para o resto da vida ou pelo menos por grande parte dela. Logo, quem é multi…