Pular para o conteúdo principal

Postagens

Todo ser humano nasce bom...

Todo ser humano nasce bom. Então o que acontece? Qual é o desvio? Qual é o momento em que acontece a falta de bondade na alma daquele ser? Quando é que ele para de ser bom? Quando é que ele esquece que ser bom é o que o torna feliz? Quando? Quando? Quando? Sabe, ando pensando muito sobre isso e tentando entender cada vez mais...

E só há uma resposta para isso. Escolhas. Sim, escolhas. Chegando em certa idade e maturidade nós temos nas mãos a escolha entre ser bom e não ser. Podemos escolher entre cultivar o que de bom nos aconteceu ou o que de mal nos ocorreu. Nós escolhemos por qual lado lutar. Nós que escolhemos. Pode ser que dependendo da idade não tenhamos a total consciência sobre isso, mas já temos o poder em mãos, pois ninguém faz por nós. Ninguém entra na nossa frente e nos obriga a agir de forma x ou y, podem até tentar, mas o veredito é nosso.

É o próprio ser humano que escolhe quem quer ser. O ambiente, a família, as coisas externas, até internas (raivas, tristezas, mágoas)…
Postagens recentes

Eu não nasci para amar de menos...

Teve uma época em minha vida em que me julguei ser errada por querer tanto que as pessoas se unissem. Me julguei ser a pior pessoa do mundo por tanto querer que todos se amassem e ficassem bem. Me senti magoada por não ser retribuída. Me revoltei, me entristeci profundamente, mas lá no fundo eu não deixei de acreditar.

Eu que tanto sorria e amava não tinha sorrisos e muito menos amor. Eu que tanto abraçava e escutava não fui escutada e nem abraçada quando mais precisei. Eram esses e outros pensamentos que me rodeavam. Mas sabe de uma coisa? Eu percebi que na verdade quem estava errada era eu mesma. Eu estava esperando algo das outras pessoas que eu nem sei se poderiam me dar. Esperava algo das pessoas que eu nem sei se elas mesmas haviam recebido em algum momento da vida delas. Eu esperava e assim eu errava. Eu não podia esperar, na verdade aí é que eu deveria amar. Amar sem esperar, amar por somente amar...

E quão difícil foi, mas ao mesmo tempo libertador.

Eu deveria amar quando não …

O mundo está de ponta cabeça e ninguém percebeu...

Essa frase nunca fez tanto sentido como agora...Você está aqui para trabalhar. Não pode sorrir. Fazer piada então? Até parece. Agora você é um robô, agora você vai entender o que é a verdadeira sociedade. Agora você vai aprender o que é a vida. Espera aí, eu vou entender como são as coisas? Ou vocês é que vão entender que esse sistema ultrapassado não está funcionando muito bem? Se liguem, não há ser humano que aguente muito tempo. Não há ser humano que aguente ouvir e ficar bem sendo tão humilhado assim.

Não sou de brigar, mas sou muito de discordar daquilo que não acho certo, essa sou eu. E é assim que vai ser até entenderem que igualdade e amor devem sim andar juntos. E em todas as áreas da vida. Inclusive meu bem, no trabalho. O amor está no coração de cada um, mas deixam do lado de fora quando entram para trabalhar, afinal, estamos lá para isso, não é mesmo? Não! Nós estamos lá para doar uma parte de nós e se não for com amor passamos a nos sentir vazios, será que custa a entend…

Carta para quem não entende quem somos, na real

Eu tinha tanto o que falar, mas não conseguia. Eu tinha tanto que me expressar, mas as palavras não saiam. Me desculpem, eu tinha medo. Tinha receio de falar tudo o que estava guardado no meu peito. Mas eu só queria dizer que os amava, como ninguém. E que acreditassem nisso. E mais, queria dizer que tentei ser tudo aquilo que um dia quiseram que eu fosse. Mas também queria pedir desculpas, porque não consegui. Eu os amava tanto que queria ser não aquilo que eu era de verdade, mas sim o que eles queriam que eu fosse. Por um momento consegui, mas logo essa tentativa falhou. Porque a nossa alma pede que tracemos nosso próprio caminho, façamos aquilo com que nos identificamos. Que sejamos nós mesmos. E é isso que a minha alma pediu naquele momento.

Não deu para fugir. A minha alma gritou. E eu tive que atender. Me sinto de certa forma culpada por isso, mas havia outra solução? Qual é a solução para seguir aquilo que o seu coração quer sem que isso magoe ninguém? Como é fazer aquilo que v…

Me deixe longe de tudo o que é superficial

Porque o que eu mais quero da vida é aquilo que tem sentido, é aquilo que alimenta a minha alma e também o meu espírito. Quero amizades que não sejam superficiais, quero amigos que me levantem na hora da queda. Quero e preciso sem dúvidas também ser esse tipo de amiga. E a vida está aí para isso. A vida me deu uma chance e vou vivê-la da melhor forma, sem relações superficiais, conversas superficiais ou amores superficiais. Eu estou aqui por um motivo e esse motivo é ser preenchida de tudo o que há de melhor, tudo que há de mais verdadeiro.

A vida é uma só, então me deixe longe de tudo o que é superficial. Me apresente, mas não me obrigue a estar com quem não busca o mesmo que eu. Entendo que cada um carrega valores que podem ser diferentes dos meus, mas não posso desperdiçar a minha vida tentando me preencher com o que não é capaz de tal acontecimento. Por favor, me deixe perto de tudo o que me acrescenta. Me aproxime de tudo o que é positivo e bonito. Me deixe perto de quem vê graç…

Você curte Reggaeton?

Gente, se tem um estilo de música que eu venho pirando ultimamente esse estilo é o Reggaeton!
Vocês já ouviram algum tipo de música assim? Já sentiram a vibe? Ainda não? Não sabem o que estão perdendo rsrs. Reggaeton é um estilo musical que une música latina e caribenha e se popularizou em Porto Rico. As vezes o conteúdo pode ser considerado um pouco vulgar, mas o ritmo e as batidas são super contagiantes, eu garanto *-* E mesmo a maioria tendo as letras assim, alguns artistas ainda preferem ser mais românticos nas composições.

Ultimamente eu me viciei em duas músicas. E é só eu ter uma oportunidade que lá vou eu ouvir a música ou ver algum vídeo que ensine a coreografia. E as músicas são:

Despacito do Luis Fonsi em conjunto com Daddy Yankee:


E Reggaetón Lento do CNCO:

Gente, a batida dessas músicas e as letras nos convidam a remexer o corpo, olhem a letra do Reggaetón Lento:

"Eu só a olhei e gostei
Me impressionei e a convidei: Dancemos, hein?
A noite está para um reggaeton lento

Fazer o bem me faz bem!

Sempre gostei de fazer o bem. Sei que nem sempre foi possível e a perfeição nesse quesito está bem longe, mas sempre gostei. As vezes fazer o bem exige de minha parte um pouco de esforço que insiste em colocar na preguiça a desculpa para não se sacrificar. Mas quando eu não o faço é como se uma parte de mim ficasse incompleta. É como se faltasse algo. E andei refletindo sobre isso e percebi que quando não faço o bem é uma parte de mim que realmente deixa de existir. E isso eu não posso deixar acontecer...

As vezes eu achava que fazer o bem beneficiava aquele quem ajudei e fiz algo por ele, mas ao longo do tempo percebi que quem mais se beneficiava era eu mesma. Sério, quem eu fiz o bem ficava feliz, mas eu, em comparação, saltitava de alegria. O coração agradecia. Engraçado né? Porque as vezes achamos que só seremos felizes fazendo coisas por nós mesmos. Lutando apenas pelos nossos sonhos. Conquistando aquilo que é bom para nós e mais ninguém. Mas é aí que está um pequeno erro, porque…