Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

Nunca deixe que lhe roubem a sua essência!

Você é do tipo brincalhão ou quieto? Você é do tipo introvertido ou extrovertido? Você é do tipo colorido ou preto e branco? Você é do tipo que sonha muito ou não? Você é o que? Ultimamente ando refletindo bastante sobre isso. Sobre ser o que você é e sobre ser o que os outros querem que você seja. Eis aí um perigo! A minha personalidade é única e a sua também e não podemos deixar que nada nem ninguém nos roube isso ok? E eu vejo isso que acontece bastante, o roubo da essência, estranho né? Nem tanto...

Todos nós nascemos de um jeito e somos únicos. Desde pequenos temos dons e um jeito de olhar as coisas que é só nosso. Ao longo da vida cruzamos com pessoas diferentes de nós que muitas vezes não compreendem nosso jeito único de ser e se acham no direito de criticar/julgar a nossa personalidade. Um exemplo é o de pessoas introvertidas que sempre ouvem "nossa você está falando muito hein" ou "fulando não cala a boca" (em tom de ironia sabe), mas que infelizmente nunc…

Um Projeto de AMOR - Casa do Grande Coração

Ai gente eu sou apaixonada por projetos que envolvem o amor ao próximo, acho lindo. Admiro muito pessoas que se doam para o outro, porque, particularmente, eu não vejo outro sentido na vida se não a doação ao próximo. Não é fácil, pois cada um tem a sua vida particular para viver e as vezes o tempo e até o dinheiro fica escasso para ajuda, mas para quem entende que a ajuda ao próximo faz mais bem a quem faz do que a quem recebe com certeza coloca isso como uma de suas prioridades na vida.

E esse é o caso da Vanilda de Jesus que, após ter sido demitida no trabalho por ter passado um tempo lendo um livro que era da patroa, decidiu abrir uma Biblioteca para acesso de todos ao redor. Essa era aBiblioteca Comunitária Graça Rios. Com o tempo, a Biblioteca ia crescendo o seu acervo de livros por meio do recolhimento de obras que a Vanilda achava até nos lixos do bairro. A biblioteca ia crescendo em quantidade de livros e atividades, com o tempo ali não era apenas um lugar de leitura, era mui…

Sobre um cara sensacional!

Fonte da imagem Looonge de pregar religiosidade ou qualquer coisa parecida o que eu quero falar é sobre amor! É, exatamente isso, amor. E ultimamente eu venho refletindo muito sobre essa palavrinha que não vale de nada se não acompanhada de uma luta diária contra nós mesmos. O amor é isso, é um desprender de si para fazer/amar/ouvir/entender pelo outro. Não é nada fácil. E isso não tem nada a ver com esquecer totalmente de si não. É preciso se amar para amar. Essas duas atitudes tem que andar lado a lado. E eu não entenderia nada sobre isso se não fosse por uma pessoa: Jesus!

É, isso mesmo, Jesus. Novamente, religiosidade não, amor sim! E não há exemplo maior de ser humano e de amor do que Ele para mim. Se tiver alguém pode me falar, mas eu duvido que essa pessoa não tenha nem um pouco de semelhança com ele. Porque gente ô cara incrível viu. Eu durmo e acordo pensando, que cara sensacional! É tipo aquela grande admiração que temos por quem cuidou da gente desde pequenos, a gente sempr…

Para que tanto ódio meu amor?

Sentada em um dos bancos do ônibus. Tranquila. Com calor, mas tranquila. Voltando para casa. A sessão com a psicóloga havia sido interessante, assuntos como a vida profissional e achar aquilo que ama fazer eram uns dos meus preferidos e dessa vez foram eles os escolhidos por ela. E para mim o que restava era pensar em cada palavra, cada dica que ela havia me passado, no caso, dentro do ônibus. Pensamento vai, pensamento vem. O ônibus ia, apenas para frente. E eu, tranquila, pensando.

Quando menos espero ouço um grito, bem dos altos, dizendo: ô motorista, liga o ar condicionado aí!!! - e só faltou um palavrão ou algo do tipo para arrebatar a frase. Lembrando que, foi um grito, e não uma sugestão ou algo do tipo. Eu levei foi um susto, um susto pelo tom da voz e ainda mais pela falta de sensibilidade do passageiro. Tudo bem que é função do motorista checar se é necessário ligar ou não o ar condicionado, além de tudo o que é relacionado ao bem estar dos passageiros (assim deveria ser). M…

O pensamento positivo é uma prática e não um presente

É minha gente, não é de hoje que eu tento pensar nas coisas boas, pensar que tudo o que acontece, por pior que seja, acontece por um bom motivo e que talvez eu não entenda no momento que passo, mas compreenda e agradeça pelo que passei lá no futuro. E quem vê isso pode pensar que a vida das pessoas que pensam positivamente é uma maravilha, que a pessoa não tenha problemas ooou até que ela force uma felicidade que não existe. Mas é exatamente o contrário, pessoas positivas na verdade tem problemas sim, que podem até parecer insuportáveis para quem está de fora, mas elas simplesmente tentam ver o melhor de cada situação por mais horrível que ela seja, e isso as vezes parece uma felicidade exagerada, mas é simplesmente um olhar treinado.

Pessoas que pensam positivo simplesmente são pessoas que aprenderam a exercitar a mente de uma forma diferente das demais para ver o lado bom das coisas. Calma, nem tudo está perdido! Quem não tem esse costume pode começar a ter, porque sim, pensar posit…

Onde os blogs vão parar?

Gente, não sei se já perceberam, mas é óbvio que siiim que essa coisa de blog/blogueira deu um booooooooom nesses últimos tempos. Virou uma coisa do tipo "todo mundo faz/todo mundo tem" e eu particularmente sempre quis ser a diferentona rs e não fazer aquilo que todo mundo faz, maaaaaaaaaaaaaas eu tenho esse blog há mais de 7 anos e sabe eu o abandonei por um tempo. Eu o criei na época em que estudava (apenas ensino fundamental), mas depois, além da escola, tinha o curso então o blog ficou simplesmente parado e eu o fechei. Me arrependo um pouco de não ter continuado, mas acredito que NUNCA É TARDE para fazer qualquer coisa que você sempre amou ou sonhou.

O objetivo dessa postagem não é falar sobre mim, muito menos sobre o meu blog, mas sim sobre o rumo que esse mundo dos blogs e canais de youtube tomaram. Quando comecei, eu lembro que a galera que tinha blog usava dele como um tipo de diário, e eu era uma delas, e ainda sou. Eu ainda uso o blog como uma espécie de diário, …

Para que servem as decepções?

Eu, quando mais nova, achava que tudo era lindo. Ok, eu vivia no mundo cor de rosa de Carol e olha é sempre bom acreditar em tudo que é lindo e bom, porque a vida traz exatamente isso para a gente. Maaaas, nem sempre ela traz aquele mar de rosas que a gente sempre sonha e acredita, não é mesmo? E comigo foi assim, passei por algumas decepções, comigo mesma e depois com outras pessoas, e a partir dali o mundo desabou e então eu me perguntava muito do "por que existem as decepções?", "por que as pessoas não agiram como eu pensei?" , "Por que?", "Por que?" e "Por que?". E aquilo apenas me consumia e eu resolvia o que? Nada!

Até que um dia eu parei para pensar: O que é que eu estou fazendo para mudar aquilo que me feriu? Ou seja, "Qual é a minha responsabilidade na desordem a qual eu me queixo?" rs, essa é uma frase que está fazendo sucesso por aí e sim, eu passei a me perguntar exatamente isso. E então eu percebi que muito do qu…

Obrigada Depressão!

Obrigada depressão por me ensinar aquilo que nenhum ensino fundamental, ensino médio ou  a faculdade me ensinou. Obrigada depressão, por me mostrar quem é de verdade e quem realmente me ajudou. Obrigada depressão, por me mostrar como o mundo ainda pode ser lindo em meio a tantos motivos para chorar e se amargurar. Obrigada depressão por me mostrar para que veio e por quem vale realmente a pena se importar. Obrigada depressão por fazer-me tanto me amar. Eu te agradeço, e não e pouco não.
Eu te agradeço por fazer-me resgatar. Agradeço por fazer-me resgatar aquela que sempre fui, mas ainda melhor e mais cheia para brilhar. Eu te agradeço por me fazer resgatar tudo aquilo que me faz mais plena e escrever é apenas mais um item dessa lista. Eu te agradeço por me mostrar o verdadeiro valor de um olhar, o valor de um olhar que está lá, apenas me esperando para ajudar. Em meio a tanta dor eu confesso que não quis te aceitar, mas hoje em dia eu vejo que o melhor que fiz foi te deixar entrar.
O…

Enquanto uns lutam pela vida, outros esquecem o que é viver

Sabe eu simplesmente não consigo entender certas coisas. Como pode tantos querendo viver e tantos deixando de viver? Eu juro que não entendo. Eu percebo que muitos deixam de viver quando sentem preguiça de dançar e não dançam, sentem preguiça de fazer uma comida gostosa e não fazem, sentem preguiça de caminhar e não caminham. Não entendeu? Tudo bem, vou explicar: muita gente tem tudo para viver, mas não vive. Conheço um tanto que prefere empurrar os dias como se fossem os mais árduos que existissem para que lá no futuro, quando, e se, sentir vontade, abraçar alguém, fazer algo pelo outro, fazer uma comida gostosa para agradar uma pessoa, sair e andar por aí. Muita gente diz que vive, mas sobrevive sabe... E eu sinceramente fico muito triste com isso.

Tudo bem que sentir preguiça faz parte do ser humano e tudo mais, eu sinto e muita até rs, mas deixar de viver por causa disso já é outra coisa... Não tem sensação mais gostosa do que ver alguém feliz. Sério, vocês já pararam pra pensar q…

Hoje eu entendi que errar faz parte

É, eu demorei, eu relutei, eu briguei e me recusei sabe ao que? Eu me recusei a aceitar os meus próprios erros. Isso é estranho e também é mais um erro não é mesmo? Não aceitar os meus erros é errar ainda mais, é elevar os meus erros a um erro pior ainda, o erro de querer ser perfeita, o erro de me esquecer que sou um ser humano e não uma máquina programada para acertar, e olha que até as máquinas ora travam, ora precisam de uma manutenção.

Hoje eu refleti e percebi quanto tempo perdi negando os erros que cometi, negando as falhas que deixei pelo caminho. Hoje eu percebi que eu não sou perfeita, e que bom! Qual é a graça em ser? Qual é a graça em não ter nada para aprender nunca? Qual é a graça em exigir tanto de mim mesma? O resultado é só frustração, o resultado é algo que se torna inalcançável, pois a perfeição só acontecerá perto de minha morte (e olhe lá), pois, creio eu, que estarei mais dotada de aprendizados pelo caminho, de falhas e acertos e então será mais possível trilhar …