Pular para o conteúdo principal

Brigadeiro de Leite Ninho - Recheado ou não :P

Olá meus pensadores preferidos!!! Agora desvendarei o mistério de como fiz essas delícias aqui:
Usei para a massa:
1 lata de leite condensado
4 colheres de sopa de leite em pó
1 colher de sopa de margarina

Usei para rechear:
Aproximadamente 30 uvas, depende da quantidade de bolinhas que conseguir fazer

Usei para enfeitar:
Aprox. 2 colheres de sopa de leite em pó
Confeitos (confetes, mm's)

Como eu fiz:
Gente é muito fácil, é igualzinho o brigadeiro de chocolate em pó mas é branco olha que mara *-* Basta colocar o leite condensado, a manteiga e o leite em pó (aos poucos, com calma para não empelotar) e mexer sem parar até a massa desgrudar da panela, não é ótimo? Depois espere esfriar e enrole na mão mesmo e recheie com uma uva cada (pode ser usado outros recheios como creme de avelã ou outro que a criatividade permitir) passando sempre a margarina na mão para facilitar o manuseio da massa. Quando todas as bolinhas estiverem enroladas e recheadas é hora de passá-las no leite em pó seco para cobrí-las e em cada uma você pode colocar um confete em cima para dar aquele colorido. Agora é só colocar na geladeira para conservar e se deliciar.
E aí é hora de deixar a criatividade acontecer trocando os recheios (por creme de avelã ou outros) e até o leite em pó passado por fora das bolinhas que pode ser substituído por outros confeitos.
Fonte: http://www.nydailynews.com/news/world/isis-fighters-photos-nutella-friendly-article-1.1914450

Fonte: http://ferga.com.br/lojas.html
Tempo para fazer: Aproximadamente 1h30. Porções: Aproximadamente 30.

Comentários

  1. Hummm q delícia ...!!
    Cintia

    ResponderExcluir
  2. Ai que tentação hahaha
    Engordei só de olhar para a foto.
    Deve ser uma delicia de ruim >.<

    Adorei a receita ♥

    Beijo!
    Blog Coruja Doce

    ResponderExcluir
  3. Uma delícia Cintia *-*
    -
    É uma delícia e dá até pra vender porque é super baratinho pra fazer, obrigada Priscila.

    ResponderExcluir
  4. Fica muitoo bom mesmo! *-*
    Eu fiz com recheio de doce de leite. Ficou muito bom também :D
    Beijo =*

    www.rebastos.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oieee Carol,que dica mara,eu já tinha visto as fotos mas não a receita,muito prática mesmo,vou fazer e depois te conto :) bjão

    *** Obrigada pela visita,estou curtindo e seguindo aqui tb ok,te espero mais vezes por lá,bjão
    Blog Paulinha & As Mulheres

    ResponderExcluir
  6. Parece muito gostoso!! :D
    Vou fazer o teste :P

    gabicristine.com ♥

    ResponderExcluir
  7. Deu água na boca, mas estou de regime, que penaaaa rs

    beijos

    http://www.segredosfashion.com

    ResponderExcluir
  8. Mas que delicia gente!! Eu quero nutella agoraa

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo Blog Muito Sucesso Flor Bjos <3 Uma tentação esses docinhos.
    http://fashiontai.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Esse brigadeira fica lindo e delicioso. Amei o post e adorei o blog. Beijoss

    www.vestidoetenis.com

    ResponderExcluir
  11. Hum parece muito bom! :P
    Gostei da receita, vou ver se tento fazer qualquer dia aqui em casa.

    Um beijo,
    Si
    http://simoneinsaurrade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá Carol, gostei da dica, parece ficaar muito gostoso :) vou fazer na proxima festinha aqui em casa :)
    Beijos
    http://comdebyduar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Hey, adorei seu blog. Ótimo post! Seguindo!
    Beijos, Gabriella Alexandra
    http://www.blogantenadas.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, adorei a receita. Passei para retribuir sua visita, seu blog é bem legal. Beijo. http://umjeitotaoeudeser.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Que deliiiiiiicia.. COM CERTEZA eu irei fazer essa receita. Adorei! Beijos www.tatianemxavier.com

    ResponderExcluir
  16. Já vi que esse blog vai me fazer rolar feito bola até o Natal! Nossa, queria agora mesmo! D:

    http://aline-hipolito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Obrigada Depressão!

Obrigada depressão por me ensinar aquilo que nenhum ensino fundamental, ensino médio ou  a faculdade me ensinou. Obrigada depressão, por me mostrar quem é de verdade e quem realmente me ajudou. Obrigada depressão, por me mostrar como o mundo ainda pode ser lindo em meio a tantos motivos para chorar e se amargurar. Obrigada depressão por me mostrar para que veio e por quem vale realmente a pena se importar. Obrigada depressão por fazer-me tanto me amar. Eu te agradeço, e não e pouco não.
Eu te agradeço por fazer-me resgatar. Agradeço por fazer-me resgatar aquela que sempre fui, mas ainda melhor e mais cheia para brilhar. Eu te agradeço por me fazer resgatar tudo aquilo que me faz mais plena e escrever é apenas mais um item dessa lista. Eu te agradeço por me mostrar o verdadeiro valor de um olhar, o valor de um olhar que está lá, apenas me esperando para ajudar. Em meio a tanta dor eu confesso que não quis te aceitar, mas hoje em dia eu vejo que o melhor que fiz foi te deixar entrar.
O…

O dia em que deixei de me afogar e aprendi a nadar sozinha

Senti desespero. Me senti sozinha mesmo estando entre tantas pessoas. Eram pessoas que me amavam, eu sei disso. Cuidavam de mim. Eram meus amigos. Por que tanto medo? Por que tanto receio? Por que esse desespero? Eu não sei. Simplesmente sentia e vinha como um furacão, era apenas um pensamento e pronto: desespero, confusão e angústia tomavam conta de mim. Eu não entendia e ninguém entenderia. Como entenderiam algo que nem mesmo quem sente entende? Me sentia perdida e só. Me sentia confusa e incompreendida. Não me sentia eu e isso era péssimo. O que estava acontecendo? Por que sentir tudo aquilo?
Você estava ao meu lado, você sempre esteve. Obrigada. Conversei contigo, desabafei e tive vontade de chorar... E chorei. Precisava daquele momento. Estranho momento. Você me ouviu, assim como alguém que ouve atentamente ao recado de alguém para saber o que fazer depois. Você me ouviu, processou o que eu te dizia e logo percebeu quantas asneiras e peripécias a minha mente criara. Já não era eu…

Penso, logo sonho...

Eu sonho com aquilo que é possível, mas sonho com aquilo que parece impossível também. É que o impossível e o "jamais feito" muito me atraem. Não me levem a mal, mas é que o mundo já me enche tanto daquilo que é igual, daquilo que é rotina, que sonhar com a impossibilidade me faz transcender. Se depender de mim já sabe, eu não vou parar enquanto não ver o impossível acontecer. Vou mover mundos e fundos, mas nunca vou pensar em desistir ou achar que não sou capaz, porque desistir pra mim já é um verbo que nem gosto de pronunciar e na incapacidade eu definitivamente não acredito.

O engraçado é que sempre fui assim, sonhadora, e ai de quem tenta tirar isso de mim. Não pode! Tirar os sonhos do meu coração é como matar a minha alma com tantos "não". Por que não posso criar tal coisa? Porque não. Por que o mundo não pode ser diferente? Porque ele é assim, oras... Como assim? Tudo bem que mudar tudo pareça tão utópico, eu entendo, mas pelo menos uma parte dá pra tentar va…