Pular para o conteúdo principal

Eu não nasci para amar de menos...

Teve uma época em minha vida em que me julguei ser errada por querer tanto que as pessoas se unissem. Me julguei ser a pior pessoa do mundo por tanto querer que todos se amassem e ficassem bem. Me senti magoada por não ser retribuída. Me revoltei, me entristeci profundamente, mas lá no fundo eu não deixei de acreditar.

Eu que tanto sorria e amava não tinha sorrisos e muito menos amor. Eu que tanto abraçava e escutava não fui escutada e nem abraçada quando mais precisei. Eram esses e outros pensamentos que me rodeavam. Mas sabe de uma coisa? Eu percebi que na verdade quem estava errada era eu mesma. Eu estava esperando algo das outras pessoas que eu nem sei se poderiam me dar. Esperava algo das pessoas que eu nem sei se elas mesmas haviam recebido em algum momento da vida delas. Eu esperava e assim eu errava. Eu não podia esperar, na verdade aí é que eu deveria amar. Amar sem esperar, amar por somente amar...

E quão difícil foi, mas ao mesmo tempo libertador.

Eu deveria amar quando não fui amada. Eu deveria cumprimentar quando não fui cumprimentada. Eu deveria sorrir quando não sorriram para mim. Eu deveria protagonizar em vez de só assistir. Porque eu não nasci para amar de menos e a minha alma clamava por amar o próximo. Eu não nasci para assistir a minha própria vida passar. Eu nasci para ser protagonista da minha própria história com a melhor expressão que é a expressão do amor. Mesmo ferida, mesmo esquecida, amar foi o que me curou. Eu deveria amar e ainda devo, até o fim.

Eu não tenho culpa alguma se o outro não doa tanto amor quanto eu. A minha doação de amor e sorrisos não pode se limitar ou depender das doações alheias. A minha atitude deve ser independente de tudo e todos, menos de mim mesma. Eu nasci para amar demais. Meu coração é grande demais para se limitar. Meu coração é imenso para aceitar que devo agir da mesma maneira como quem me magoou como tanto ouvi na minha vida. Não, eu não vou agir da mesma forma. Posso me defender, mas me igualar? Não. Sempre digo que nasci para fazer a diferença e para mim a única fórmula de escape para a mesmice do mundo é o amor...
Fonte da Imagem

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enfim encontrei

Enfim encontrei um novo motivo para sorrir. Em meio ao caos, em meio a dor, em meio a solidão a escrita fez morada. Entre mil e um motivos para chorar eu pude voltar a sorrir. Por meio da escrita pude deleitar-me sobre as palavras e os sentimentos então expressar. A caminhada não foi fácil, mas o gosto do encontro fez valer a pena. No meio da vida, isso pode acontecer com qualquer um, e comigo aconteceu. Eu então me perdi. Fotografias, textos e lembranças vinham como uma ponta de luz na escuridão que o mar de desencontros me proporcionou. Mas, enfim encontrei.

Nessa caminhada muitos me ajudaram. O que eu não entendia era que quem tinha o mapa em mãos era eu. Ninguém mais, ninguém menos que eu mesma tinha o poder em mãos, o poder de me reencontrar. Enquanto esperei por todos a minha volta, o mar de desencontros apenas ficava mais fundo. E o encontro que tanto almejava apenas se afastava. Mas eu enfim encontrei. A escrita foi a minha grande aliada. Por meio dela pude reencontrar quem eu…

Hoje é tempo de regar

Hoje é tempo de regar. Hoje é tempo de cultivar aquilo que quero viver. Hoje é tempo de amar. Hoje é tempo de fazer o que eu ainda não fiz e manter aquilo que de bom já fiz. Hoje é tempo de agradecer mais em vez de reclamar. Hoje é tempo de escolher qual é o tipo de vida que eu quero viver. Hoje é tempo de ser quem eu sempre quis ser. Hoje é tempo de agir. Hoje é tempo de pensar, mas é tempo de respirar também. Hoje é tempo de relaxar, apenas trabalhar também não dá. Porque um dia, ah, um dia, todos iremos colher...

Hoje é tempo de investir. Hoje é tempo de brilhar. Hoje é tempo de reavaliar. Hoje é o tempo perfeito para olhar mais para o meu jardim. Hoje é tempo de escolher as sementes que quero plantar. Hoje é tempo de me conhecer. Hoje é o dia perfeito para regar em vez, novamente, de reclamar. Hoje é tempo de olhar com mais carinho para aqueles que quero por perto. Hoje é tempo de perdoar. Hoje é tempo de pedir perdão. Hoje é tempo de se priorizar. Hoje é tempo de plantar. Hoje é…

Série "Eu saí da depressão, você também pode!" - Início

Eu sempre sonhei em ajudar pessoas. Não sei por qual motivo em qualquer situação que algum ser humano estivesse em dificuldade estava lá eu ouvindo e dando altos conselhos. No início do Suave Pensamento eu fiz isso e ao longo do tempo (na vida real rs) também, eu só não imaginava a proporção que isso poderia tomar. Não imaginava que aqui poderia se tornar um lugar que sim eu pudesse ajudar o maior número de pessoas possível. Hoje em dia o Suave Pensamento se tornou esse lugar, um lugar de acolhida e de auxílio por meio das palavras. E assim vai ser com a Série que, desde os tempos de depressão, eu estava querendo criar e que se chamará "Eu saí da depressão, você também pode!".

Vamos entender um pouco mais dessa história?

Há 4 anos atrás eu entrei em depressão. Devido a inúmeros acontecimentos em minha vida que não soube lidar e maus hábitos (falta de equilíbrio entre as áreas da vida - a vida não é só estudo e trabalho não viu! rs) o corpo e a mente não aguentaram e pediram …