Pular para o conteúdo principal

Em 2015 eu li... A última carta de amor, de Jojo Moyes

Estreando a TAG do ano "Em 2015 eu li" agora, trata-se de uma tag na qual colocarei minha opinião sobre os livros que lerei e que já li também (em 2014, 2013 e etc, por que não? rs) porque simplesmente amo fazer isso.
E esse ano comecei bem, terminei de ler o livro que iniciei ano passado e agora já posso me posicionar sobre ele pra quem quiser lê-lo futuramente. E aí vai:
Confesso que no início não gostei porque o livro abordava a história em diferentes ambientes que se intercalavam e aquilo estava me deixando confusa. Mas como não consigo deixar minha curiosidade de lado em saber o desfecho da história (como sempre) eu o li até o fim!
Sendo este livro dividido em três partes comecei a me interessar mais pela história à partir da segunda.
A narrativa (em 3ª pessoa) conta uma história de amor que não pôde ser vivida como os protagonistas gostariam e dessa forma esse amor proibido é alimentado por cartas que (para o azar e tristeza do casal) nem sempre chegavam ao destinatário... E aí, será que eles conseguem se reencontrar para viverem o amor que até então fora proibido pelas circunstâncias? Ou pior, será que depois de tanto tempo os dois permaneceram vivos e esperando um pelo outro? Agora é com vocês! Só lendo pra saber e me contar haha. Vou deixá-los curiosos porque pra mim a curiosidade é o grande incentivo da leitura! Beijocas e Paçocas e bons livros pra você em 2015!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enfim encontrei

Enfim encontrei um novo motivo para sorrir. Em meio ao caos, em meio a dor, em meio a solidão a escrita fez morada. Entre mil e um motivos para chorar eu pude voltar a sorrir. Por meio da escrita pude deleitar-me sobre as palavras e os sentimentos então expressar. A caminhada não foi fácil, mas o gosto do encontro fez valer a pena. No meio da vida, isso pode acontecer com qualquer um, e comigo aconteceu. Eu então me perdi. Fotografias, textos e lembranças vinham como uma ponta de luz na escuridão que o mar de desencontros me proporcionou. Mas, enfim encontrei.

Nessa caminhada muitos me ajudaram. O que eu não entendia era que quem tinha o mapa em mãos era eu. Ninguém mais, ninguém menos que eu mesma tinha o poder em mãos, o poder de me reencontrar. Enquanto esperei por todos a minha volta, o mar de desencontros apenas ficava mais fundo. E o encontro que tanto almejava apenas se afastava. Mas eu enfim encontrei. A escrita foi a minha grande aliada. Por meio dela pude reencontrar quem eu…

Hoje é tempo de regar

Hoje é tempo de regar. Hoje é tempo de cultivar aquilo que quero viver. Hoje é tempo de amar. Hoje é tempo de fazer o que eu ainda não fiz e manter aquilo que de bom já fiz. Hoje é tempo de agradecer mais em vez de reclamar. Hoje é tempo de escolher qual é o tipo de vida que eu quero viver. Hoje é tempo de ser quem eu sempre quis ser. Hoje é tempo de agir. Hoje é tempo de pensar, mas é tempo de respirar também. Hoje é tempo de relaxar, apenas trabalhar também não dá. Porque um dia, ah, um dia, todos iremos colher...

Hoje é tempo de investir. Hoje é tempo de brilhar. Hoje é tempo de reavaliar. Hoje é o tempo perfeito para olhar mais para o meu jardim. Hoje é tempo de escolher as sementes que quero plantar. Hoje é tempo de me conhecer. Hoje é o dia perfeito para regar em vez, novamente, de reclamar. Hoje é tempo de olhar com mais carinho para aqueles que quero por perto. Hoje é tempo de perdoar. Hoje é tempo de pedir perdão. Hoje é tempo de se priorizar. Hoje é tempo de plantar. Hoje é…

Série "Eu saí da depressão, você também pode!" - Início

Eu sempre sonhei em ajudar pessoas. Não sei por qual motivo em qualquer situação que algum ser humano estivesse em dificuldade estava lá eu ouvindo e dando altos conselhos. No início do Suave Pensamento eu fiz isso e ao longo do tempo (na vida real rs) também, eu só não imaginava a proporção que isso poderia tomar. Não imaginava que aqui poderia se tornar um lugar que sim eu pudesse ajudar o maior número de pessoas possível. Hoje em dia o Suave Pensamento se tornou esse lugar, um lugar de acolhida e de auxílio por meio das palavras. E assim vai ser com a Série que, desde os tempos de depressão, eu estava querendo criar e que se chamará "Eu saí da depressão, você também pode!".

Vamos entender um pouco mais dessa história?

Há 4 anos atrás eu entrei em depressão. Devido a inúmeros acontecimentos em minha vida que não soube lidar e maus hábitos (falta de equilíbrio entre as áreas da vida - a vida não é só estudo e trabalho não viu! rs) o corpo e a mente não aguentaram e pediram …