Pular para o conteúdo principal

Em todos os términos e inícios que a vida me prepara quero vocês comigo...

Acordei tarde naquele dia de sábado. Estava frio e eu, pra variar, estava com vontade de ficar em casa, deitada na minha cama, intercalando entre assistir filmes de romance e conversar com meus amigos pela internet. Era mais um sábado normal e eu não esperava por nada de diferente naquele dia. Levantei da minha deliciosa cama e fui até a cozinha, estava com fome, preparei um lanche e comi. Voltei para o meu quarto quando ouvi o tocar da campainha: "Ai, quem será dessa vez? Nem em pleno sábado eu posso ter algumas horas de paz?" Fui até a porta e lá estavam minhas amigas, eram quatro. Cada uma com seu jeitinho. Ufa, ainda bem que eram pessoas com as quais eu me divertia pelo menos.

Elas chegaram todas animadas, queriam me tirar dali, sabiam que eu havia acabado de passar por um término de namoro. Mas poxa, será que elas não entendiam que eu estava me reconstituindo? Que a garota aqui precisava, de, hmm, de ar? E paz? E reorganização de ideias? E passar o dia todo na cama sem olhar pra ninguém a não ser para os casais que apareciam felizes na televisão e me faziam chorar? E olhar para nossas fotos e... chorar? E olhar para fora e hm... chorar? Não, elas não entendiam. Eu as amava, mas naquele momento só sentia ódio delas. Mas como uma garota compreensiva que sou eu entendi que elas queriam o meu melhor, e pra elas o meu melhor naquela hora era sair da minha casa, saco!

Elas me convenceram e fomos para um parque. Cheguei lá e senti uma paz me invadindo, incrível como a natureza me fazia bem e como elas me faziam bem também. Passamos a tarde toda lá, fizemos coisas básicas que me fizeram um bem danado. Andamos de bicicleta, tomamos sorvete, conversamos e rimos a tarde toda. Eram todas doidas, por isso eu me identificava, eu tinha um "Q" de loucura em meu DNA.
O dia acabou, que pena. Voltamos para minha casa, a cama ainda estava lá, bagunçada. Os filmes lá jogados e eu, renovada. Eu não sabia, até aquele dia, como amizades verdadeiras poderiam me fazer tão bem. Eu não sabia que sozinha era mais difícil se reerguer. Eu não sabia o valor de uma amizade verdadeira e depois daquele dia percebi o quão especiais são para mim e peço, de verdade, que nunca saiam da minha vida. Afinal, términos e inícios de namoro sempre acontecerão e quero vocês comigo para passar por todos eles!

Comentários

  1. é sempre bom ter amigas que ajudam a superar as fases mais difíceis

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  2. Amigos são presentes de Deus, anjos que nos colocam na nossa vida pra nos fazerem felizes e mostrar o valor que temos, te conheço a pouco, mas já enxergo o valor que tem na minha vida, obrigada por tudo, que essa amizade dure a vida toda Ca ♥

    ResponderExcluir
  3. Amei seu texto!
    É muito bom ter amigos de verdade:)
    Pena que poucos encontram amizades como a sua.Atualmente estou achando difícil achar amigos de verdade,meus melhores amigos são tudo mais velhos do que eu,parece que os adolescentes estão mais egoístas em relação a amizade:(
    https://m.facebook.com/Reflexoesdaminhamentedoida?ref=bookmark

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, os meus são do ensino fundamental. O segredo é conservar *-*
      beijocas

      Excluir
  4. Ai, que lindo. Amei o texto! Amizade de verdade é fundamental! Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, que bom que gostou *-* beijocas

      Excluir
  5. Lindo texto!
    Não conseguimos nada sozinhos, feliz daquele que tem essa amizade.
    Bjuss!

    ResponderExcluir
  6. Que texto lindo! Realmente amizade é tudo e não troco por nada <3
    Respondi sua pergunta lá na publicação!
    Beijo

    Dicas para Todas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor. Sim, amizade é tudo *-*
      beijocas

      Excluir
  7. Liindo o texto ♥ É muito bom ter amizades verdadeiras !!

    Flor Morena | Youtube

    ResponderExcluir
  8. Términos são sempre difíceis, ainda bem que Deus também fez as amigas! hahaha
    Te indiquei em uma tag flor... vê aqui no meu blog

    http://mundosecretogvs.blogspot.com.br/2015/06/tag-amo-x-odeio.html

    Beijinhooos... sucesso sempre!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor, esta tag está respondida aqui:

      10 coisas que amo/odeio

      Beijocas

      Excluir
  9. Que lindo! Amigos são bênçãos de Deus, verdadeiros anjos que estão sempre conosco pra dos dar alegria, conforto ou simplesmente fazer companhia.
    Você manda muito bem com as palavras Carol! Vou fazer questão de sempre acompanhar o seu blog pra ler teus textos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor, e eu fico muito feliz de ter leitoras como você. Beijocas

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O dia em que deixei de me afogar e aprendi a nadar sozinha

Senti desespero. Me senti sozinha mesmo estando entre tantas pessoas. Eram pessoas que me amavam, eu sei disso. Cuidavam de mim. Eram meus amigos. Por que tanto medo? Por que tanto receio? Por que esse desespero? Eu não sei. Simplesmente sentia e vinha como um furacão, era apenas um pensamento e pronto: desespero, confusão e angústia tomavam conta de mim. Eu não entendia e ninguém entenderia. Como entenderiam algo que nem mesmo quem sente entende? Me sentia perdida e só. Me sentia confusa e incompreendida. Não me sentia eu e isso era péssimo. O que estava acontecendo? Por que sentir tudo aquilo?
Você estava ao meu lado, você sempre esteve. Obrigada. Conversei contigo, desabafei e tive vontade de chorar... E chorei. Precisava daquele momento. Estranho momento. Você me ouviu, assim como alguém que ouve atentamente ao recado de alguém para saber o que fazer depois. Você me ouviu, processou o que eu te dizia e logo percebeu quantas asneiras e peripécias a minha mente criara. Já não era eu…

Hoje é tempo de regar

Hoje é tempo de regar. Hoje é tempo de cultivar aquilo que quero viver. Hoje é tempo de amar. Hoje é tempo de fazer o que eu ainda não fiz e manter aquilo que de bom já fiz. Hoje é tempo de agradecer mais em vez de reclamar. Hoje é tempo de escolher qual é o tipo de vida que eu quero viver. Hoje é tempo de ser quem eu sempre quis ser. Hoje é tempo de agir. Hoje é tempo de pensar, mas é tempo de respirar também. Hoje é tempo de relaxar, apenas trabalhar também não dá. Porque um dia, ah, um dia, todos iremos colher...

Hoje é tempo de investir. Hoje é tempo de brilhar. Hoje é tempo de reavaliar. Hoje é o tempo perfeito para olhar mais para o meu jardim. Hoje é tempo de escolher as sementes que quero plantar. Hoje é tempo de me conhecer. Hoje é o dia perfeito para regar em vez, novamente, de reclamar. Hoje é tempo de olhar com mais carinho para aqueles que quero por perto. Hoje é tempo de perdoar. Hoje é tempo de pedir perdão. Hoje é tempo de se priorizar. Hoje é tempo de plantar. Hoje é…

Carta ao meu antigo eu sobre o que é o amor...

Estive olhando algumas postagens antigas nas quais eu me perguntava e me questionava acerca de tudo e todos. Sempre fui assim e essa me parece ser uma característica eterna minha, sou curiosa e até vejo isso como algo positivo, porque somente a curiosidade me levou às respostas que tanto procurei... E em um dos meus grandes questionamentos de quando era mais nova era "o que era o amor?". Como leiga no assunto, naquela época, eu não sabia definir nada, muito menos o que era o amor. Eu sentia, admirava certas coisas, mas amar, eu não sabia, em palavras o que era. E é possível ver essa curiosidade sobre esse assunto com certa imaturidade nesse postagem aqui.

Então, relembrando minhas postagens antigas, um tanto quanto imaturas, eu decidi responder esse questionamento ao meu "eu" antigo. Decidi falar, por meio de palavras escritas e com um pouco mais de experiência agora, o que é o amor e o que é amar. Talvez tenha alguma menina ou menino tão curiosos e jovens quanto e…