Pular para o conteúdo principal

O que você precisa para ser feliz?

Essa é uma pergunta que vira e mexe assola a nossa mente. Eu duvido que você nunca tenha pensado na seguinte frase: "o que preciso para ser feliz?". Talvez você tenha ficado satisfeito com a resposta vendo que tens tudo para ser feliz ou angustiado por pensar que não tem o que supostamente "precisa" para ser feliz... Entre essas idas e vindas da vida eu percebi que a felicidade está no caminho. No final das contas o que dá aquele gostinho de felicidade é olhar pra trás e ver quanta coisa se passou para ter chegado ali. Eu vejo um erro em as pessoas estarem sempre em busca de uma felicidade, não que isso seja totalmente errado, mas o errado é deixar de viver as pequenas felicidades que ali estão para esperar uma felicidade ainda maior chegar e quem sabe se chega? Ninguém. A nossa certeza é o hoje, e olhe lá hein...

Então, a dica de hoje é o famoso "carpe diem" que por um tempo foi uma frase reflexiva usada com muita frequência e que diz exatamente isso "aproveite o dia". É uma expressão em latim e que remete ao verdadeiro significado da felicidade para mim, que é realmente o aproveitamento do dia a dia.

Ninguém precisa de um carro para ser feliz, por exemplo, de que adianta tê-lo se nos 365 dias do ano é um sufoco para viver feliz? Um carro é sinônimo de conforto, mas nossa felicidade não pode estar baseada em apenas tê-lo. Respirar é ser feliz. Andar é ser feliz. Conviver com as pessoas é ser feliz. E quem sabe você tenha tudo isso e não perceba que não precisa de mais nada para realmente ser feliz?
E é com essa reflexão e essa foto (ela representa a felicidade para mim, que é o momento) que finalizo o texto de hoje, quem se identificar é só comentar/compartilhar e o que quiser haha.

Comentários

  1. "No final das contas o que dá aquele gostinho de felicidade é olhar pra trás e ver quanta coisa se passou para ter chegado ali." Acho que nesse ponto você resumiu bem o que é isso, algo que todos almejam sem perceber as vezes, e de forma errônea. Fiz um projeto de pesquisa com esse tema, mas especificamente da felicidade na propaganda e fiquei tão saturada de tudo que descobri. Muitas vezes achamos que a felicidade está no consumo, pois é exatamente isso que a mídia nos impõe a fazer. Se eu tenho esse celular vou ser desse grupo social e quanto mais alto eu chego, mais feliz eu sou.

    No fim sabemos que não é bem assim, mas fazemos de tudo para ser aceito na sociedade. Porém, concordo que a verdadeira felicidade está nos pequenos momentos, basta saber aproveita-los melhor.

    Beijos, Irradiando (www.irradiando.com.br).

    ResponderExcluir
  2. "Muitas vezes achamos que a felicidade está no consumo, pois é exatamente isso que a mídia nos impõe a fazer." E nos impõe também a achar que só seremos felizes com o corpo dos sonhos né, consumo e exigência quanto a aparência andam sempre juntas na mídia, que triste...
    Obrigada pelo lindo comentário!
    Beijocas

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Enfim encontrei

Enfim encontrei um novo motivo para sorrir. Em meio ao caos, em meio a dor, em meio a solidão a escrita fez morada. Entre mil e um motivos para chorar eu pude voltar a sorrir. Por meio da escrita pude deleitar-me sobre as palavras e os sentimentos então expressar. A caminhada não foi fácil, mas o gosto do encontro fez valer a pena. No meio da vida, isso pode acontecer com qualquer um, e comigo aconteceu. Eu então me perdi. Fotografias, textos e lembranças vinham como uma ponta de luz na escuridão que o mar de desencontros me proporcionou. Mas, enfim encontrei.

Nessa caminhada muitos me ajudaram. O que eu não entendia era que quem tinha o mapa em mãos era eu. Ninguém mais, ninguém menos que eu mesma tinha o poder em mãos, o poder de me reencontrar. Enquanto esperei por todos a minha volta, o mar de desencontros apenas ficava mais fundo. E o encontro que tanto almejava apenas se afastava. Mas eu enfim encontrei. A escrita foi a minha grande aliada. Por meio dela pude reencontrar quem eu…

Hoje é tempo de regar

Hoje é tempo de regar. Hoje é tempo de cultivar aquilo que quero viver. Hoje é tempo de amar. Hoje é tempo de fazer o que eu ainda não fiz e manter aquilo que de bom já fiz. Hoje é tempo de agradecer mais em vez de reclamar. Hoje é tempo de escolher qual é o tipo de vida que eu quero viver. Hoje é tempo de ser quem eu sempre quis ser. Hoje é tempo de agir. Hoje é tempo de pensar, mas é tempo de respirar também. Hoje é tempo de relaxar, apenas trabalhar também não dá. Porque um dia, ah, um dia, todos iremos colher...

Hoje é tempo de investir. Hoje é tempo de brilhar. Hoje é tempo de reavaliar. Hoje é o tempo perfeito para olhar mais para o meu jardim. Hoje é tempo de escolher as sementes que quero plantar. Hoje é tempo de me conhecer. Hoje é o dia perfeito para regar em vez, novamente, de reclamar. Hoje é tempo de olhar com mais carinho para aqueles que quero por perto. Hoje é tempo de perdoar. Hoje é tempo de pedir perdão. Hoje é tempo de se priorizar. Hoje é tempo de plantar. Hoje é…

Nossos sonhos são os nossos maiores tesouros

É com esse título lindo e essa arte que inventei que eu inicio esse post de hoje...
Sabiam que os nossos maiores tesouros são os nossos sonhos e, como eu gosto muito de dizer, nossos maiores tesouros nada tem a ver com dinheiro ou bens materiais? É claro que, por meio da realização dos nossos sonhos tudo isso pode vir junto e o dinheiro nos auxilia na caminhada, mas eles não são o tesouro em si.

Durante toda a minha vida eu sonhei muito e ainda sonho. E eu vejo a vida como nada mais nada menos do que uma Fábrica de Sonhos, daquelas que você entra, sonha, realiza e se vai... Igual uma fábrica de chocolate, uma fábrica de peças, uma fábrica de qualquer coisa que você imaginar. Assim é a nossa vida e no caso ela fabrica sonhos. Que triste seria se não os tivéssemos não é mesmo? Grandes nomes da história um dia sonharam com algo e ao longo de suas vidas esse sonho foi se transformando cada vez mais em realidade.

Jesus, por exemplo, sonhou que um dia todos amassem ao próximo como amam a si…