Pular para o conteúdo principal

Como conviver com as novas fases da vida?

Estamos em constante processo de evolução e lembro como se fosse hoje o que um professor meu falou: evoluir nem sempre é melhorar, toda a mudança é um processo de evolução, seja ela boa ou ruim. Ou seja, sempre estamos em processo de mudança, seja pra melhor ou seja pra pior, o que é certo é que estamos mudando sempre, diariamente, semanalmente e por aí vai.

O conflito começa a acontecer quando não aceitamos essa mudança, há o processo da não aceitação, o processo da resistência ao novo.

Esse processo de rejeição ao novo que está adentrando na vida do ser humano causa um conflito interno e gera certa ansiedade. Gerando ansiedade gera sofrimento e isso sim é errado. Não é errado mudar pra melhor ou pra pior, o errado é não aceitar as mudanças naturais da vida e sofrer com isso. Devemos sofrer com coisas que são pra sofrer, um luto, uma doença, coisas normais para se sofrer, e mesmo assim, não devemos sofrer pra sempre! Chega uma hora que mesmo essas coisas que são "sofríveis" na vida devem ser aceitas e deixadas para trás.

O que não podemos fazer é permanecer numa constante comparação entre o passado e o hoje na tentativa de viver o que já se foi ou sentir o que já se sentiu. Devemos aceitar que a vida passou e ela mudou e junto a isso mudamos também. E isso não quer dizer que a sua vida virou de todo ruim, com certeza ela está muito boa, mas você não está percebendo por estar sempre comparando ao passado e... sofrendo.

Enquanto você sofre a vida só melhora. Enquanto você pensa, a vida só muda, pra melhor! Vê se não é uma perda de tempo?

Aceitar que a vida mudou, o tempo passou e você amadureceu é um processo. Para uns ele é rápido, para outros ele demora, mas para todos ele não pode ser eterno. Uma hora devemos aceitar que amadurecemos sim e que as coisas mudaram e que nem por isso temos uma vida horrível e ruim  de viver, pelo contrário, ela só está esperando a nossa aceitação para acontecer da melhor maneira possível.
Fonte da imagem
E aí, o que você está esperando pra aceitar a fase em que está e vivê-la da forma mais intensa que pode?

Comentários

  1. Texto perfeito Carol, aceitar o que se tem na mão é a melhor maneira de não viver vazio de coisas que já foram, que não nos enche de presente, muito menos de futuro.
    Parabéns, amei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada cah, pois é o que estou tentando fazer, bjs

      Excluir
  2. Nossa super curti o texto :) e realmente nos faz pensar é refletir!
    Beijokas da Camila e Carol

    Vamos Papear 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou *-* obrigada, beijocas

      Excluir
  3. HAHA Futura jornalista? Então, futura parceira de profissão! :)
    Pois é, concordo contigo! A cada dia algo, por menor que seja, muda. A cada segundo é possível se modificar e também transformar os outros a nossa volta.
    E essas mudanças precisam ser vistas mais como positivas e não negativas; não deveríamos ter tanto medo assim delas, pois sem elas ficaríamos estáticos e até mesmo "ignorantes" nas nossas formas de ser e pensar.

    Beijos.

    oeraumavezdeverdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeee, bate aqui ASHUSAUHS
      Sim, precisamos ver o lado mais positivo de tudo o que muda na nossa vida, é isso mesmo *-* beijocas!

      Excluir
  4. Uauuu!
    Me identifiquei muito com o seu texto, incrível falou diretamente comigo, a ansiedade me consome e como consequência o sofrimento, mas como deixar disso?
    É oque eu tento a cada dia, sabe quando vc sabe a resposta da equação mas não sabe montar a operação?!?!
    É assim que me sinto, a aceitação é a coisa mais difícil de se conseguir pra mim.
    Parabéns pelo texto maravilhoso.
    Bjuss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que bom que se identificou, fico feliz *-* Você pode deixar relaxando e aceitando o seu presente e se entregando a ele flor! Tente, no começo é difícil mas depois é fichinha e você vai se sentir muito melhor.
      Muito obrigada, espero ter ajudado de alguma forma, beijocas!

      Excluir
  5. Um dos piores sofrimentos que uma pessoas pode ter e de não aceitar a evolução,uma bobeira.
    Há com certeza algumas coisas que vamos discordar nesse processo mais aceitar é a melhor opção.
    Gostei do texto.
    Bjnhs

    http://karoline-o-meu-melhor.blogspot.com/2015/09/incertezas.html

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Hoje é tempo de regar

Hoje é tempo de regar. Hoje é tempo de cultivar aquilo que quero viver. Hoje é tempo de amar. Hoje é tempo de fazer o que eu ainda não fiz e manter aquilo que de bom já fiz. Hoje é tempo de agradecer mais em vez de reclamar. Hoje é tempo de escolher qual é o tipo de vida que eu quero viver. Hoje é tempo de ser quem eu sempre quis ser. Hoje é tempo de agir. Hoje é tempo de pensar, mas é tempo de respirar também. Hoje é tempo de relaxar, apenas trabalhar também não dá. Porque um dia, ah, um dia, todos iremos colher...

Hoje é tempo de investir. Hoje é tempo de brilhar. Hoje é tempo de reavaliar. Hoje é o tempo perfeito para olhar mais para o meu jardim. Hoje é tempo de escolher as sementes que quero plantar. Hoje é tempo de me conhecer. Hoje é o dia perfeito para regar em vez, novamente, de reclamar. Hoje é tempo de olhar com mais carinho para aqueles que quero por perto. Hoje é tempo de perdoar. Hoje é tempo de pedir perdão. Hoje é tempo de se priorizar. Hoje é tempo de plantar. Hoje é…

Enfim encontrei

Enfim encontrei um novo motivo para sorrir. Em meio ao caos, em meio a dor, em meio a solidão a escrita fez morada. Entre mil e um motivos para chorar eu pude voltar a sorrir. Por meio da escrita pude deleitar-me sobre as palavras e os sentimentos então expressar. A caminhada não foi fácil, mas o gosto do encontro fez valer a pena. No meio da vida, isso pode acontecer com qualquer um, e comigo aconteceu. Eu então me perdi. Fotografias, textos e lembranças vinham como uma ponta de luz na escuridão que o mar de desencontros me proporcionou. Mas, enfim encontrei.

Nessa caminhada muitos me ajudaram. O que eu não entendia era que quem tinha o mapa em mãos era eu. Ninguém mais, ninguém menos que eu mesma tinha o poder em mãos, o poder de me reencontrar. Enquanto esperei por todos a minha volta, o mar de desencontros apenas ficava mais fundo. E o encontro que tanto almejava apenas se afastava. Mas eu enfim encontrei. A escrita foi a minha grande aliada. Por meio dela pude reencontrar quem eu…

Afinal, o que é a depressão e como identificar? - Eu saí da depressão, você também pode!

Olá pensadores lindos! Tudo bem? Espero que sim viu *-*

Na postagem de hoje para a série "Eu saí da depressão, você também pode!" eu decidi definir em palavras o que é a DEPRESSÃO. É uma doença? É um problema espiritual? É um drama ou frescura da pessoa? Afinal, o que é a depressão? E tenho dois propósitos com ela: o primeiro é ajudar quem está nessa a entender o que se passa com ela para então buscar uma SOLUÇÃO e o segundo é um alerta para quem está de fora (família, parentes, amigos), para que possa compreender o que é a depressão e assim ajudar quem passa por ela. Dessa vez vou contar com a ajuda da minha psicóloga para realizar a postagem (olha que responsabilidade hein) respondendo a perguntas feitas por pessoas no grupo do Efeito Orna. Vamos lá?

Lembrando que já temos três postagens para a série, que são:
Início - Aqui é a postagem de inauguração na qual eu explico o que é a série e o propósito dela.
Sinais durante a vida - Nesta postagem eu já falo alguns sinais que, e…